LusoBrasilAcadêmico

O distrito de Guarda se localiza na antiga província da Beira Alta. Se limita ao norte com o distrito de Bragança e ao sul com o distrito de Castelo Branco. Além disso, faz fronteira a leste com a Espanha e a Oeste com os distritos de Viseu e Coimbra. O distrito tem se destacado na oferta de cursos de ensino superior, especialmente por conta do Instituto Politécnico da Guarda. Catorze municípios englobam o distrito, sendo o mais famoso e com maior infraestrutura, a capital de mesmo nome. 

Conta com mais de 140 mil habitantes e é um importante centro regional do oeste de Portugal. Se você almeja estudar em Portugal, é importante considerar esse importante distrito em seus planos. Falaremos nesta página sobre os principais aspectos pelos quais você deveria escolher Guarda. Acompanhe! 

Por que estudar em Guarda?

Quem pensa em morar na Europa, seja a trabalho ou estudo, está pensando em qualidade de vida, principalmente. Desse modo, a escolha da Guarda é uma excelente alternativa, pois a cidade é conhecida por ter um dos ares mais puros de Portugal e já recebeu o título de “Cidade Bioclimática Ibérica”.

Outra característica muito importante da cidade está na sua altitude — a capital do distrito é a cidade mais elevada do país. Para quem gosta de um clima ameno e invernos mais rigorosos, a cidade é uma boa pedida.

Assim como é comum em outras regiões portuguesas, o início da ocupação humana na região data do período do império romano. Por ser um território de passagem, a cidade abrigou diversos fortes, que foram construídos ao longo de várias épocas da cidade.

Além do caráter militar, os fortes são muito apreciados por conta de sua arquitetura e beleza. A cidade recebe o apelido de cidade dos 5F, por conta de adjetivos associados à cidade: Forte, por conta das muralhas, torres e fortalezas; Farta, devido à riqueza do vale do Rio Mondego; Fria, por ser uma cidade de elevada altitude; Fiel, pela lealdade aos portugueses em contraponto aos castelhanos e Formosa, por suas belezas naturais.

A cidade também apresenta uma riqueza cultural inestimável: foi o palco da criação do primeiro texto literário no idioma português, motivo de orgulho não só para Portugal, mas como para toda a comunidade lusófona.

Entre a arquitetura da cidade, destaca-se a Sé Catedral da Guarda, em estilo gótico.

E para quem não abre mão da natureza, o distrito é o destino perfeito. A cidade conta com importantes patrimônios naturais, e é uma das poucas regiões da Europa que ainda apresenta as últimas alcateias de lobos livres.

Para maior contato com a natureza, é necessário visitar o Parque Natural da Serra da Estrela. E para quem deseja ter contato com a neve, algo não muito comum em Portugal, o distrito também se torna o destino ideal.

Clima

Como falamos anteriormente, o distrito de Guarda está localizado em grandes altitudes. Aliado a isso, está longe do nível do mar, em uma latitude mediana. Ou seja, o clima é o mais ameno de Portugal e registra baixas temperaturas mesmo no verão. No inverno, a precipitação de neve não é rara.

Para quem gosta de frio e clima mais amenos, o distrito de Guarda é ideal.

Alimentação

A culinária de Guarda é bastante rica e calórica. A carne de porco recebe bastante destaque na culinária local e alguns pratos imperdíveis são o Presunto Curado com sal, bucho com grelos e enchidos de guarda. Javali com feijão, cabrito, borrego (cordeiro) assado e arroz de leite malandrinho também são outras iguarias típicas da região.

Apesar da região ser distante do litoral, é possível provar alguns tipos de pescados, incluindo o tradicional bacalhau. As sopas, assim como no distrito vizinho Castelo Branco, são bastante tradicionais, destacando-se o Caldo de Grã, Ensopado de Míscaros (tipo de cogumelo) e Sopa de Castanhas. 

E como em boa parte de Portugal, a região é rica em doces, como dom sancho, feito de massa folhada e recheio de queijo, arroz doce e pudim de pão.

O almoço na cidade custa até 10 euros (preço popular), mas o valor reduz bastante se você fizer as refeições nas dependências do instituto politécnico. Custa apenas 2,30 euros para estudantes da instituição.

Não deixe de provar!

Papas de Carolo

Sopa de Castanhas

Alojamento

Em geral, os custos para aluguel de quartos em apartamento compartilhado giram em torno de 150 a 200 euros. 

Contudo, é possível alugar um alojamento pelo instituto politécnico, com preços mais agradáveis ao bolso. Para fazer a reserva no alojamento, é necessário ser bolseiro e realizar o cadastro de espera no próprio site da instituição. 

Transporte

O distrito conta com um bom sistema público de transportes. Por ser uma cidade antiga, a forma da cidade é propícia para caminhar. Aproveitar a vista dos castelos e antigas edificações até chegar ao ponto em que se deseja.

Além disso, o distrito tem uma boa rede de ônibus por um preço semelhante aos praticados no restante de Portugal. Os gastos com transporte, portanto, não passarão de 40 euros ao mês.

Onde estudar em Guarda?

A cidade oferece uma excelente instituição de ensino: o Instituto Politécnico de Guarda. Como ocorreu com outros Politécnicos em Portugal, teve suas atividades iniciadas na década de 1980, resultado de um esforço para melhorar e modernizar o ensino superior português. Atualmente a o IPG conta com diversas escolas, sendo elas: Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto; Escola Superior de Saúde; Escola Superior de Tecnologia e Gestão; Escola Superior de Turismo e Hotelaria.

O que estudar em Guarda?

Não deixe de conhecer!

Castelo da Guarda – Torre de Menagem

Sé da Guarda

Acredita que estudar em Guarda é uma boa opção para você?

Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudá-lo nesse processo!

Você também poderá ver...

Castelo Branco

Viseu